Diário de viagem: Serra Gaúcha - dia 2, parte dois

13:30:00

Continuando a segunda parte do segundo dia na Serra Gaúcha (pra ver os outros posts clica aqui), depois do almoço eu e Gui fomos dar uma volta pela Av. Borges de Medeiros. Passamos na Rua Coberta e demos uma passeada em volta, na Igreja Matriz, Cinema e galerias que tinham por perto.








Depois disso fizemos o caminho de volta pela Av. das Hortências e fomos ao Caracol/Reino do Chocolate. E gente, que lugar mais UÓ!!! Cheguei super empolgada porque tinha lido que lá havia visita à fábrica de chocolate e fiquei extremamente decepcionada com o lugar. Primeiro, que a "fábrica" que podemos visitar na verdade é uma vitrine onde você vê três mulheres enrolando docinhos e embalado, e tem alguns maquinários de mentira simulando a fabricação. Segundo, você paga R$10 pra ver isso e conhecer a história do chocolate. E a história do chocolate é contada assim: são várias salinhas que você vai entrando e em cada uma tem umas caixas de som contando a história e alguns bonecos que mexem a cabeça. . No fim de tudo, você cai na loja deles. Querem um conselho? Entrem direto na parte da loja sem conhecer a "fábrica" e a história de chocolate, na minha opinião vale muito mais à pena. #prontofalei


A coisa mais legal: a fachada! 

Depois dessa decepção, ficamos até meio tristes de tentar ir em outro lugar, acreditam? Que raiva, gente! hahaha 
Mas continuamos pela Av. das Hortências e fomos ao Mundo à Vapor, que demonstra como funcionam algumas máquinas a vapor e suas aplicações desde a Rev. Industrial. E o que o Reino do Chocolate tinha de ruim, o Mundo à Vapor tinha de bom. Que lugar mágico, gente! Eu e Gui ficamos encantados com a perfeição da coisa. Todas as máquinas funcionam de verdade e você acompanha todo o processo, é muito interessante. Logo na entrada tem a reconstituição de um famoso acidente ferroviário que aconteceu em Paris (1895), quando uma locomotiva cruzou desgovernada e em alta velocidade a estação de Montparnasse, atravessou uma parede e ficou pendurada a 12m de altura.







Depois desse passei delicioso, voltamos pro flat pra dar uma descansada antes de sair pra jantar. Decidimos jantar em Gramado e andamos um pouco pelo centro procurando um lugar legal pra comer. Escolhemos um lugar chamado Beiruth, um lugar aconchegante e que faz lanches deliciosos. Pedi um prato que é meio beirute + porção de fritas, meu beirute era de filé, queijo e salada. Muuuito gostoso! E vem muita comida, quase não consegui comer todo hehe




Ufs! Dia 2 acabou! Em breve volto com o terceiro dia de viagem :)
Estão gostando?


Posts relacionados

1 comentário(s). Comenta menina(o)!